CUSTÓDIO DE ALMEIDA MAGALHÃES

            EDIFÍCIO SIGNORE DEL BOSCO

Muitos tem como principal referência o Palácio Martinelli como a residência anterior ao edifício Signore del Bosco, na Avenida Oswaldo Cruz. Poucos sabem é que antes do castelo de Giuseppe Martinelli a propriedade pertencia ao Comendador Custódio de Almeida Magalhães, até o início do séc. XX.  A grande residência de estilo eclético foi construída pelo banqueiro, dono do Banco Almeida Magalhães, na novíssima Avenida de Ligação (hoje Av. Oswaldo Cruz) e o projeto foi do arquiteto alemão  Thomas Georg Driendl. As fotos abaixo estavam no fundo do baú de sua sobrinha neta, Olívia Bergier. Custódio de Almeida Magalhães, não deixou filhos, e com o seu falecimento, a casa foi vendida por sua viúva Suzana Hirsck para o Comendador Martinelli em 1918, que contratou o arquiteto Antônio Virzi, para a reforma da mesma. Virzi como de costume, alterou profundamente a casa criando uma surrealista pátina art-noveu, que a transformou em uma das mais surpreendentes da cidade.



Fotos do acervo do Gustavo de Almeida Magalhães por Andre Decourt

 

press to zoom
press to zoom

Nesta foto, ao fundo, na Avenida Oswaldo Cruz o prédio da Escola Barth, até hoje no local

press to zoom

Site sem interesse comercial e propõe-se a divulgar imagens e um pouco da história do local. Caso haja algum item em desacordo com os direitos de propriedade intelectual, envie-nos um e-mail e retiraremos a respectiva parte ou indicaremos o crédito.